Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Marinho responde ao narrador que chamou Lucas Braga de 'crioulinho': 'Racista de m...'

Atacante do Santos viveu situação parecida ano passado ao ser associado a uma 'senzala'

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2021 | 11h36

Destaque do Santos na temporada, Marinho se manifestou em relação ao comentário de cunho racista proferido pelo narrador Haroldo Souza, da Rádio Gre-Nal, a Lucas Braga, seu colega de clube. O atacante santista, que passou por situação semelhante em 2020, lamentou o episódio e chamou Haroldo de "racista de m..." "Lamentável ter de ouvir isso desse mal informado, mal preparado, que infelizmente vive na sociedade para agredir verbalmente alguém. Seu preconceituoso", escreveu Marinho, em publicação feita no Instagram. 

Após a repercussão do caso, Haroldo pediu desculpas ao santista. Segundo o narrador, não era sua intensão "ofender" o jogador. Ele sustentou sua justificativa ao revelar que é casado com uma mulher negra. Já a Rádio Gre-Nal emitiu nota de repúdio e disse "não compactuar com qualquer tipo de atitude discriminatória".

RACISMO COM MARINHO

Durante a transmissão da derrota do Santos por 3 a 1 para a Ponte Preta, nas quartas de final do Campeonato Paulista, o comentarista Fábio Benedetti, da Rádio Energia 97 FM, disse que Marinho, expulso na partida, "estava na senzala". "Você (Marinho) é burro, você está na senzala, você vai sair do grupo uma semana para pensar sobre o que você fez", disse Benedetti. 

No dia seguinte, Marinho publicou um desabafo. "Quando acontece com a gente, a gente sente mais. E eu brigo toda hora. Por isso brigo pela causa, porque quando passamos na pele, é horrível", disse o jogador do Santos. Marinho foi eleito o melhor jogador da Libertadores e tem sido voz recorrente na luta contra o racismo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.