Victor R. Caivano/AP
Victor R. Caivano/AP

Vidal festeja atuação do Chile contra Colômbia: 'Dominamos a maior parte do jogo'

Volante destacou o domínio da sua seleção sobre o adversário e disse que a equipe merecia ter vencido no tempo normal

Leandro Silveira e Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2019 | 00h50

Eleito melhor jogador da vitória do Chile sobre a Colômbia, nesta sexta-feira, 28, pelas quartas de final da Copa América, na Arena Corinthians, o volante Arturo Vidal destacou o domínio da sua seleção sobre o adversário e disse que a equipe merecia ter vencido no tempo normal, sem necessidade de ir aos pênaltis. Após empate sem gols nos 90 minutos, o Chile bateu os colombianos por 5 a 4 nas penalidades.

"Dominamos a maior parte do jogo, foi uma grande partida, contra uma equipe de muita qualidade. Fizemos dois gols que o VAR acabou anulando. Merecíamos ter ganho no tempo normal, não foi possível, mas felizmente conseguimos marcar cinco pênaltis", afirmou Vidal.

Após passar pela Colômbia, a seleção chilena enfrentará o vencedor do confronto entre Uruguai e Peru, que jogam neste sábado, 29, na Arena Fonte Nova, em Salvador. A semifinal será disputa na quarta-feira, às 21h30, na Arena do Grêmio.

O primeiro gol do Chile anulado pelo VAR foi aos 17 minutos do primeiro tempo, depois que as imagens mostraram impedimento. Depois, aos 25 minutos da etapa final, o árbitro de vídeo flagrou toque no braço de Maripán antes de Vidal finalizar.

"É muito difícil ter dois gols anulados, ainda mais em uma partida de quartas de final, contra uma grande equipe. Mas, conseguimos manter a cabeça no lugar e ganhamos nos pênaltis", disse Vidal.

O volante de 32 anos, um dos líderes do elenco e peça fundamental na engrenagem da seleção, destacou ainda a maturidade do time para se manter concentrado não só durante os 90 minutos, mas também nos pênaltis. O Chile teve 100% de aproveitamento nas cobranças.

"Nós nos unimos mentalmente e com os nossos corações. Sabíamos que seria um jogo difícil, mas quando o time está tão unido, é isso que acontece", disse.

O Chile venceu as duas últimas edições da Copa América, em 2015 e 2016. Os dois títulos foram conquistados nos pênaltis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
  • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
  • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.