Brasil Open/Divulgação
Brasil Open/Divulgação

Canadense avança no Brasil Open e encara Djere em reedição da final do Rio Open

Felix Auger-Aliassime passa pelo espanhol Albert Ramos-Viñolas por 2 sets a 0

Redação, Estadão Conteúdo

28 de fevereiro de 2019 | 23h34

Em dia em que os dois principais favoritos ao título foram eliminados no Brasil Open, o jovem canadense Felix Auger-Aliassime e o sérvio Laslo Djere venceram seus duelos nesta quinta-feira e confirmaram novo duelo, desta vez pelas quartas de final. Na semana passada, eles fizeram a final do Rio Open, com título para o tenista da Sérvia.

Auger-Aliassime, de apenas 18 anos, foi o primeiro a entrar em quadra. E precisou de dois tie-breaks para superar o espanhol Albert Ramos-Viñolas por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/2) e 7/6 (7/5), em 2h10min de confronto no saibro do Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

O canadense soube tirar vantagem do seu saque, ainda mais poderoso na altitude paulistana e debaixo de uma quadra coberta, para dominar o rival, especialista em saibro. O atual 60º do mundo (sua melhor posição da carreira até agora) disparou 16 aces, contra apenas três do espanhol, 86º do ranking. Neste ritmo, Auger-Aliassime eliminou mais um experiente rival nestas duas semanas de competições em solo brasileiro.

Nas quartas, ele vai reencontrar Djere, seu algoz na final do Rio Open, no domingo. O sérvio de 23 anos também ganhou embalo com os bons resultados no saibro carioca. Nesta quinta, despachou o tunisiano Malek Jaziri, segundo cabeça de chave do Brasil Open, por 2 a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 7/6 (7/2), em um duelo de 2h32min.

Em um confronto mais equilibrado, cada tenista obteve duas quebras de saque. Mas Djere obteve suas quebras em momentos mais decisivos do jogo. Ligeiramente superior em quadra, obteve as duas quebras em 11 chances cedidas pelo adversário. Jaziri desperdiçou apenas dois breaks points do sérvio.

Outra partida das quartas de final vai reunir outros dois jovens tenistas: o norueguês Cásper Ruud, algoz do brasileiro Thiago Monteiro, e o boliviano Hugo Dellien. Ruud derrubou nesta quinta o português João Sousa, cabeça de chave número 1 da competição paulistana, por 6/3 e 6/4. E Dellien bateu o argentino Juan Ignacio Londero, campeão do Torneio de Córdoba, há duas semanas, por 6/4 e 7/6 (7/3).

Tudo o que sabemos sobre:
Brasil Opentênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.