Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Elenco do Atlético-MG vê com expectativa estreia no Brasileirão contra Flamengo

Campeões estaduais em 2017, equipes se enfrentam neste sábado, no Maracanã

Estadão Conteúdo

11 Maio 2017 | 19h38

Com o meio de semana livre para treinamentos após a conquista do título do Campeonato Mineiro e a classificação antecipada às oitavas de final da Copa Libertadores, o Atlético Mineiro só pensa na estreia do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time enfrentará o Flamengo, no estádio do Maracanã, e os jogadores veem com expectativa esta partida no Rio.

"Acredito que o Flamengo vai brigar pelo título brasileiro, pelo elenco que formou, assim como o Atlético. Então, esse é um confronto direto. Na minha cabeça, é uma das equipes que vão brigar pelo título, então é confronto direto, não importa se é primeira rodada porque, lá na frente, vai fazer diferença", comentou o volante Rafael Carioca, que completará 150 jogos pelo Atlético Mineiro caso entre em campo neste sábado.

"Prefiro jogar logo os clássicos de cara, até porque, no nosso caso, a gente vem numa crescente muito boa, evoluindo a cada jogo. Conseguimos nosso patamar ideal, então acredito que a gente vencendo esses jogos difíceis, a gente pega muito mais confiança. Principalmente agora, começar com o pé direito. Quem quer ser campeão brasileiro tem que somar pontos fora de casa", acrescentou o meio-campista atleticano.

O lateral-direito Marcos Rocha, poupado do treinamento desta quinta-feira na Cidade do Galo, destacou a importância de conseguir um bom resultado na estreia. "Faz toda a diferença você começar ganhando, somando pontos, principalmente jogando esse primeiro jogo fora de casa. O Flamengo é um confronto direto, por toda a estrutura que está se montando, por toda a qualidade do seu elenco, como o Atlético também tem. São duas equipes bem estruturadas que têm tudo para brigar até o final pelo campeonato. Então, vejo como confronto direito e a importância de ser um jogo estratégico para que a gente venha a somar pontos", disse.

No treinamento desta quinta-feira, o zagueiro Leonardo Silva se queixou de dores na coxa direita e já iniciou tratamento com os fisioterapeutas. O técnico Roger Machado comandará nesta sexta-feira a última atividade da equipe antes da viagem ao Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.