Rodrigo Rodrigues / Grêmio FBPA
Rodrigo Rodrigues / Grêmio FBPA

Renato Gaúcho admite revezamento no Grêmio para testes de olho em final

Há vagas em disputa no meio de campo e no ataque do time titular

Estadão Conteúdo

13 Novembro 2017 | 08h46

Com chances apenas matemáticas de brigar pelo título do Brasileirão, o técnico Renato Gaúcho admite que vai aproveitar as próximas rodadas do campeonato para fazer testes na equipe titular, de olho nas finais da Copa Libertadores. O treinador mantém a disputa interna para manter a motivação dos jogadores.

+ Barrios e Cortez voltam a correr no campo na reapresentação do Grêmio

+ Grêmio anuncia renovação de contrato com Luan até dezembro de 2020

"Estou fazendo revezamento em algumas posições e os jogadores sabem disso. É o próprio jogador que se escala", declarou o treinador, após o empate por 1 a 1 com o Vitória, neste domingo, em Porto Alegre. "Ninguém está certo, estou colocando todo mundo para jogar, ganhar ritmo e ver o aproveitamento de cada um. Aí eu vou definir quem começa a partida."

As maiores dúvidas estão em duas escalações. Michel e Jailson brigam por um posto e Everton e Fernandinho competem por outra vaga na equipe titular. "Michel e Jailson estão muito bem. Michel jogou a última partida [rodada anteriores, contra a Ponte Preta] e foi bem, mas está voltando de cirurgia", ponderou Renato Gaúcho.

O técnico também fez suspense quanto a outra vaga em aberto no time. "Tem indefinição entre Fernandinho e Everton. Tenho dado oportunidades para todo mundo e, além de tudo, ritmo de jogo. Quem vai se escalar é o jogador. É Importante que todos estejam bem", declarou.

No Brasileirão, o Grêmio está a dez pontos de distância do líder Corinthians (68 a 58). Em segundo lugar, pode ver o rival se sagrar campeão já na próxima rodada. Praticamente fora da briga, o time gaúcho se concentra nas finais da Libertadores. O jogo de ida contra o Lanús será no dia 22, em solo gaúcho. A volta está marcada para o dia 29, na Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.