Bruno Teixeira / Ag. Corinthians
Bruno Teixeira / Ag. Corinthians

Após duas vitórias, Corinthians precisa de um empate para avançar na Libertadores Feminina

Time alvinegro volta a campo neste sábado para enfrentar o Sportivo Limpeño no último jogo da fase de grupos

João Prata, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2019 | 10h23

A Libertadores feminina caminha para a terceira e última rodada da primeira fase em disputa no Equador. Os dois clubes representantes brasileiros estão com 100% de aproveitamento na competição. A Ferroviária já garantiu vaga antecipada às quartas de final e briga pela liderança de sua chave. O Corinthians tem a classificação encaminhada e depende apenas de um empate no próximo confronto.  

O time corintiano conquistou a segunda vitória quarta-feira ao derrotar o América de Cali por 3 a 1 - antes havia batido o Nanas pelo mesmo placar. As meninas comandadas pelo técnico Arthur Elias têm seis pontos e lidera o Grupo C. O Corinthians volta a campo neste sábado, às 19h (de Brasília), contra o Sportivo Limpeño. Um empate garante vaga para a próxima fase e também a liderança da chave independentemente de outros resultados.

A Ferroviária vem de duas goleadas: 10 a 1 sobre o Mundo Futuro e 4 a 1 em cima do Estudiantes Caracas. O time de Araraquara está classificado pela combinação de resultados. Nesta sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), enfrentará o Cuenca, do Equador. Vale a liderança do Grupo B. O adversário também soma duas vitórias. Por ter melhor saldo de gols, o time de Araraquara joga pelo empate para garantir a ponta. 

As quartas de final estão programadas para acontecer domingo e segunda-feira e contarão com os dois melhores classificados dos Grupos A, B, C e D. A decisão do torneio será realizada no dia 27. A Libertadores Feminina é disputa em sede única. A edição deste ano quase foi adiada por causa dos protestos realizados no Equador nas últimas semanas. O Corinthians chegou a ter de mudar de hotel, teve treino cancelado e estreia adiada. Os problemas, no entanto, foram contornados pelo Governo do país e a competição continua sem mais problemas. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.