Eduardo Nicolau/Estadão
Eduardo Nicolau/Estadão

Brasil caiu nas quartas de final em 1/3 das Copas do Mundo

Seleção brasileira já tropeçou neste momento da competição nos Mundiais de 1954, 86, 2006 e 2010

Ciro Campos e Marcio Dolzan, enviados especiais/ Kazan e Sochi, Impresso

05 Julho 2018 | 05h00

As quartas de final costumam ser a fase mais traiçoeira da Copa do Mundo para a seleção brasileira. O Brasil já caiu nesta etapa em quatro edições: 1954, 1986, 2006 e 2010 – ou seja, em 1/3 das vezes em que chegou lá. Em 1982, a “tragédia do Sarriá”, como ficou conhecida a derrota do Brasil para a Itália na Espanha, foi num triangular anterior à semifinal – portanto, equivalente às quartas.

+ Saiba mais sobre a história das Copas

+ Quais seleções mais se destacaram na Copa do Mundo até o momento?

+ Pela 1ª vez na Copa, Brasil não fará treino de reconhecimento em estádio de Kazan

A derrota para França, em 1986, foi uma das mais traumáticas. Ela sepultou as esperanças de uma geração que começara a brilhar quatro anos antes, com Zico, Sócrates, Falcão e Júnior. Vinte anos depois, a queda na Copa da Alemanha veio com uma seleção de estrelas que não funcionou como time. A equipe tinha Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Ronaldo e Adriano Imperador, grupo que ficou conhecido como “quadrado mágico”. Mas numa Copa marcada por erros na preparação e atuações displicentes, o Brasil caiu diante da França, com gol de Thierry Henry.

Na África do Sul, em 2010, a seleçao comandada por Dunga vinha com uma campanha sólida. Encerrou o primeiro tempo diante da Holanda em vantagem, mas sofreu dois gols em 15 minutos na etapa final e se despediu sem deixar saudades.

Em 1954, o Brasil perdeu para Hungria na partida que ficou conhecida como “Batalha de Berna”. As seleções eram as mais fortes à época. O Brasil era vice-campeão do mundo; a Hungria, de Kócsis e Puskás, era a sensação da Europa. Os europeus ganharam por 4 a 2 e, depois, uma briga generalizada envolveu os 22 jogadores que estavam em campo.

As quartas também são uma barreira para os belgas, que só foi superada uma vez, em 1986. Eles caíram na semifinal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.