César Greco/Palmeiras
César Greco/Palmeiras

Cinco por posição: Vitor Hugo e Dourado enfrentam concorrência no Palmeiras

Zagueiro e centroavante falam em 'disputa sadia' e também analisam oscilação da equipe

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

02 de agosto de 2019 | 04h30

Apresentados na quinta-feira, Vitor Hugo e Henrique Dourado enfrentarão grande concorrência no Palmeiras. Com os reforços, o clube chegou a cinco zagueiros e cinco centroavantes no elenco. A dupla não tem prazo para reestrear pela equipe alvinverde.

Na defesa, Vitor Hugo disputará posição com Luan e Gustavo Gómez, atuais titulares, além de Edu Dracena e Antônio Carlos. No ataque, Henrique Dourado terá a concorrência de Borja e Deyverson, que estão alternando na equipe principal, Arthur Cabral e o recém-contratado Luiz Adriano.

"Acho que é uma disputa sadia, sempre válida. Ano passado acompenhei lá da Itália e o Felipão estava mesclando muito. É bacana esse rodízio, todos têm a oportunidade de jogar. Estamos chegando para somar, multiplicar, poder ajudar o máximo possível", afirmou Vitor Hugo.

"A concorrência hoje em uma equipe como o Palmeiras existe com jogadores de qualidade. Estamos chegando para ajudar e estar sempre pronto para aproveitar quando a oportunidade aparecer", acrescentou Dourado. 

Os titulares da zaga palmeirense, Luan e Gustavo Gómez, chegaram a ficar mais de 1.000 minutos sem gol sofrido. O ataque, porém, ainda faz o técnico Luiz Felipe Scolari quebrar a cabeça. Deyverson vinha sendo titular, mas Borja assumiu a posição nos últimos jogos.

Além da concorrência, outro assunto na apresentação dos jogadores foi a oscilação do Palmeiras. A equipe ficou cinco partidas sem ganhar até a goleada por 4 a 0 sobre o Godoy Cruz, da Argentina, na última terça-feira. O Palmeiras avançou às quartas de final da Libertadores da América depois da eliminação na Copa do Brasil e ter perdido a liderança do Brasileirão para o Santos.

"É natural no decorrer da competição uma equipe ou outra oscilar. Aqui temos jogadores maduros e experientes que sabem controlar isso. A comissão também é experiente. O Palmeiras, sem dúvida, vai saber levar isso e conquistar os objetivos", disse Dourado.

"Oscilação é normal, o Palmeiras vinha em uma pegada muito forte. Esperamos que continue sendo aquela Palmeiras muito forte", comentou Vitor Hugo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.