Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Com mistério na escalação, Bragantino volta a jogar na Série A após 21 anos

Com a conquista do Troféu do Interior e a boa campanha no Paulistão, técnico Felipe Conceição deve manter o time titular contra o Santos

Redação, Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2020 | 11h32

Como foi de costume durante todo o Campeonato Paulista, o técnico Felipe Conceição optou pelo mistério na escalação do Red Bull Bragantino, que estreará no Brasileirão neste domingo, às 16h, diante do Santos, na Vila Belmiro. Com a conquista do Troféu do Interior, combinado com a boa campanha no estadual, o treinador deverá mexer minimamente no time considerado titular.

A principal dúvida é no gol. Júlio César foi muito questionado após falhar nas quartas de final do Paulistão diante do Corinthians e perdeu a vaga para Cleiton no Troféu do Interior. A tendência é que o ex-goleiro do Atlético Mineiro siga entre os titulares, mas Felipe poderá apostar na experiência e optar pelo retorno do ex-corintiano.

Outra possível novidade é a entrada de Claudinho, principal destaque do time na conquista da Série B. Ele perdeu a titularidade no início do ano, mas é outro que vem sendo cotado para iniciar o Brasileirão entre os 11. Poderia ser no lugar de Vitinho. O meia Wewerson também briga por uma posição no meio-campo. No ataque, Ytalo deve continuar com Alerrandro no banco. Felipe Conceição deverá definir a equipe apenas minutos antes da bola rolar.

"Os nossos objetivos são os mesmos de todos. Primeiramente, queremos ganhar muitas partidas para sair de perto da zona de rebaixamento. Após isso, vamos tentar subir os degraus. Começar a pensar em Sul-Americana, Libertadores, e quem sabe o título? A gente sonha alto", comentou o atacante Artur.

O time de Bragança Paulista está voltando à elite após 21 anos de ausência. A última participação foi em 1998, quando acabou rebaixado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.