Miguel Locatelli / Site Oficial Atlético-PR
Miguel Locatelli / Site Oficial Atlético-PR

Em grande fase, Atlético-PR tenta quebrar invencibilidade da Chapecoense em casa

Apesar de bom momento, equipe ainda está na zona de rebaixamento do Brasileirão

Estadão Conteúdo

22 Agosto 2018 | 07h08

O Atlético Paranaense está empolgado. Há quatro jogos sem perder, curte ainda a vitória expressiva sobre o Flamengo por 3 a 0 no último domingo e embalou uma reação para tentar sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Só que para seguir em alta, os comandados de Tiago Nunes vão ter que realizar um feito inédito: vencer a Chapecoense na Arena Condá, o que nenhum adversário conseguiu até a 20.ª rodada, marcada para as 19h30 desta quarta-feira.

O Atlético-PR aparece com 18 pontos e um jogo a menos do que os concorrentes. Mas vive o seu melhor momento na competição. "A equipe tem demonstrado um jogo coletivo muito forte, sofrendo poucos gols", destacou Tiago Nunes. "Essa solidez dá confiança para ter boas atuações. Temos que dar ênfase no que estamos construindo, repetindo os comportamentos positivos", apontou o treinador, que assumiu o elenco principal depois da demissão de Fernando Diniz e conseguiu dar mais consistência ao time, principalmente defensivamente.

Com a vitória convincente sobre o Flamengo, o técnico não tem motivos para mexer no time titular. O zagueiro Thiago Heleno poderia ser uma surpresa, mas acabou vetado pelos médicos por ainda não estar 100% fisicamente e deve ficar novamente de fora. O zagueiro Paulo André e o atacante Marcelo Cirino também se recuperam de lesões e nem foram relacionados.

Tiago Nunes também comentou sobre a dificuldade do jogo contra a Chapecoense fora de casa. "É uma equipe que ainda não perdeu dentro de casa e tira proveito desse fator local", ponderou. "É uma equipe rápida nos contra-ataques e tem uma boa bola parada. Precisamos ter atenção, porque é um jogo de muita concentração", concluiu.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.