Manan Vatsyasyana/AFP
Manan Vatsyasyana/AFP

Em grupo do Brasil, técnico sérvio encara jogo contra a Costa Rica como final

Mladen Krstajic vê partida como uma decisão no grupo que ainda tem brasileiros e suíços

Estadão Conteúdo

16 de junho de 2018 | 09h18

O técnico Mladen Krstajic trata a estreia da Sérvia na Copa do Mundo como uma decisão para o futebol do país. De volta ao Mundial depois da ausência no Brasil, há quatro anos, a seleção sérvia vai enfrentar a Costa Rica na primeira partida da equipe no torneio, às 9 horas (de Brasília) deste domingo, na Arena Samara, em Samara.

+ Brasil lidera o desafio de acabar com a hegemonia europeia em Copas

+ Com jeitinho brasileiro, amigos fzem marcação cerrada no time de Tite

+ "Contra grandes, sempre jogamos bem", diz goleiro da Suíça

"Esse jogo da Sérvia contra a Costa Rica será o mais importante da nossa nação na história em muitos anos", afirmou o treinador em coletiva de imprensa em Samara. "Vai decidir nosso curso na Copa do Mundo e como vamos nos comportar na partida contra a Suíça", disse Krstajic, já de olho no duelo da segunda rodada do Grupo E, às 15 horas (de Brasília) do dia 22, em Kaliningrado.

Sobre o estilo de atuar do adversário, o lateral-esquerdo Aleksandar Kolarov foi elogioso. "Admiro a forma de jogar da Costa Rica. Eles têm uma defesa forte, saem no contra-ataque com velocidade e têm atacantes conhecidos pela precisão. Tenho muito respeito por eles, chegaram às quartas de final no último Mundial e conhecem esse tipo de torneio. Esperamos uma partida complicada, mas temos fé em nossas opções", analisou o capitão sérvio, que recebeu do treinador a faixa já em 2018.

 

"Não é um problema para mim, a braçadeira me dá motivação a mais e me faz tentar ser um líder. Vou pedir que os companheiros tenham calma, porque essa é uma grande oportunidade, que é representar seu país na Copa. Que eles relaxem e desfrutem. Nós nos classificamos por mérito. Temos de estar orgulhosos", discursou Kolarov.

Depois de Costa Rica e Suíça, a seleção da Sérvia será adversária do Brasil no último jogo da primeira fase do Mundial. O duelo vai acontecer às 15 horas (de Brasília) do dia 27, no Spartak Stadium, em Moscou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.