Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Felipe Melo se vê injustiçado por expulsão diante do Corinthians

Volante palmeirense recebeu o cartão vermelho após confusão generalizada que aconteceu nos acréscimos

Daniel Batista e Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

31 de março de 2018 | 19h42

O volante Felipe Melo, expulso no fim do primeiro tempo na confusão que marcou o clássico entre Corinthians e Palmeiras, na primeira partida da final do Campeonato Paulista, se declarou injustiçado pelo cartão vermelho recebido neste sábado. Ele e Clayson, do time alvinegro, foram excluídos do jogo pelo árbitro Leandro Bizzio Marinho após o empurra-empurra.

+ Após clássico com 12 cartões, Gabriel pede para Corinthians esfriar a cabeça

+ TEMPO REAL - Confira os lances da partida

+ Borja faz a diferença e Palmeiras fica perto do título em clássico violento

+ Expulsos na final, Clayson e Felipe Melo escrevem novo capítulo de sua rivalidade

"As imagens são claras", afirmou o volante. “Paguei pelo meu nome. Infelizmente essas coisas acontecem. Mas estou muito tranquilo. Acho que essa foi uma das primeiras vezes que saí sem ter feito nada. Mas o importante é que nós vencemos e o primeiro passo foi dado. Esse foi o primeiro passo. Vamos jogar contra um time muito forte em casa. Contra o Santos, nós vencemos e depois perdemos em casa. Não podemos deixar isso acontecer. Vamos pensar agora na Libertadores para depois pensar no Corinthians novamente."

De acordo com o técnico Roger Machado, Felipe Melo relatou no vestiário palmeirense que achou sua expulsão exagerada. Para o treinador, o cartão vermelho pode ser uma punição ao atleta por seu histórico de confusão e violência em campo.

"Logo que entramos no vestiário, falei com o Felipe e ele me disse que não fez nada. Talvez a expulsão tenha sido um exagero, talvez ele esteja pagando por seu próprio retrospecto, mas essas confusões não deveriam nem acontecer. Agora é página virada e que nada disso vá para o segundo jogo."

Após a vitória palmeirense por 1 a 0, os times voltam a se enfrentar no próximo domingo no Allianz Parque. Na terça-feira, também no seu estádio, o time alviverde terá pela frente o peruano Alianza Lima pela Copa Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.