Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Gremistas projetam decisão do Mundial e avisam: 'Não pode haver erro'

Tricolor gaúcho passou sufoco para eliminar o Pachuca, com gol na prorrogação

Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2017 | 13h54

Um dia depois de bater o Pachuca por 1 a 0, na prorrogação, em Al Ain, e garantir vaga na decisão do Mundial de Clubes, o Grêmio desembarcou nesta quarta-feira em Abu Dabi. Os jogadores titulares receberam folga, mas falaram rapidamente com a imprensa antes de deixarem o hotel na capital dos Emirados Árabes Unidos.

+ À espera de duelo com Real Madrid, Grêmio chega em Abu Dabi para final do Mundial

+ Renato Gaúcho culpa nervosismo e cansaço por vitória sofrida na semi

"Procuro aproveitar essa confiança do torcedor e do Renato. Sonhei bastante com o gol, foi difícil dormir, muita ansiedade. O Renato pediu para ir para cima dos dois zagueiros, que eles eram lentos", lembrou o atacante Everton, herói da vitória da terça-feira ao marcar o gol gremista na prorrogação.

O atacante, agora, projeta a decisão que acontecerá no sábado. O favorito para enfrentar o Grêmio é o Real Madrid, que encara o Al Jazira ainda nesta quarta. E se de fato o time tricolor enfrentar o gigante espanhol, Everton sabe que não haverá espaço para falhas. "É uma decisão, um jogo que não pode haver erros."

Se o jogador foi o herói da vitória, outro atacante que se destacou foi Jael. O centroavante entrou na vaga de Lucas Barrios, foi mais efetivo que o paraguaio, e, por isso, já há quem peça sua titularidade na decisão. "Não sei se vou ser titular, mas estou pronto para jogar, independente do tempo que estarei em campo", limitou-se a comentar.

Depois de chegarem ao hotel em Abu Dabi, o elenco gremista se dividiu. Boa parte dele foi para os quartos, descansar, enquanto outra deixou o local para realizar compras. Os reservas utilizaram a academia para um trabalho leve de regeneração.

Tudo o que sabemos sobre:
Mundial de ClubesGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.