Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Nas redes, torcida do Corinthians rejeita reintegração de Danilo Avelar, afastado por racismo

Após rumor de que a diretoria pensa em dar mais uma chance ao jogador, torcedores do clube colocaram a hashtag #ForaAvelar entre as mais comentadas no Twitter

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2021 | 15h32

O zagueiro Danilo Avelar voltou a ganhar espaço entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta sexta-feira. Afastado do Corinthians por um comentário racista em uma live há dois meses, o jogador teve a reintegração rejeitada pelos torcedores do time. Tudo começou quando o site Goal noticiou que a diretoria corinthiana pensava em dar mais uma chance para o jogador. A equipe paulista ficou impedida de rescindir o contrato do atleta por causa de uma grave lesão no joelho que ele sofreu em outubro do ano passado, em jogo contra o Santos

Em fase final de recuperação, o zagueiro ainda frequenta o CT Joaquim Grava, onde é acompanhado pelos especialistas do departamento médico e físico do Corinthians. Pouco após a publicação da informação de sua volta, torcedores colocaram a hashtag #ForaAvelar entre os destaques da rede social. Avelar tem contrato com o clube até o fim de 2022, mas não deve permanecer. Após o caso de racismo, ele se desculpou no Instagram, mas deletou a foto em que fazia isso. 

Embora a lei proteja os jogadores em caso de lesão e proíba a rescisão contratual, o Corinthians não pretendia se desfazer de Avelar antes que ele se recuperasse do rompimento do ligamento cruzado do joelho direito. Também ainda tem a chance de lucrar com sua negociação para outro clube. 

Dirigentes do Parque São Jorge tentam encontrar uma solução para rescindir o vínculo, mas sem o pagamento da multa de R$ 7 milhões. No fim de junho, quando se deram as primeiras conversas de rescisão, o jogador não aceitou terminar o contrato antes do prazo. No entanto, após toda a repercussão e rejeição que sofreu, Avelar pode optar por abrir mão da multa e encerrar sua história com o Corinthians.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.