PSG/Twitter
PSG/Twitter

Neymar é confirmado em delegação do Paris Saint-Germain para jogos na China

Apesar de negociações sobre saída, atacante vai participar de amistosos de pré-temporada

Redação, Estadão Conteúdo

23 de julho de 2019 | 12h38

Cotado para deixar o Paris Saint-Germain nesta janela de transferências, o atacante Neymar foi incluído nesta terça-feira na lista dos jogadores que vão defender o clube francês numa série de jogos-amistosos na China, todos marcados para as próximas semanas. As partidas fazem parte da pré-temporada do time de Paris para sua retomada dos torneios oficiais. 

Neymar é um dos 33 atletas relacionados pelo técnico Thomas Tuchel para a série de amistosos. A sequência começará no sábado, contra a Inter de Milão, às 8h30 (horário de Brasília), em Macau. Depois, o adversário será o Sydney FC, na terça-feira da semana seguinte, em Suzhou. O treinador do PSG já havia dito que Neymar estaria com o grupo e com chances de fazer sua estreia diante da Inter de Milão.

Após estes dois amistosos, o Paris Saint-Germain fará o seu primeiro jogo oficial da temporada 2019/20. Será contra o Rennes, no dia 3 de agosto, em Shenzhen. A partida vale o título da Supercopa da França. Reúne os campeões do Campeonato Francês (PSG) e da Copa da França (Rennes). Neymar não poderá jogar porque vai cumprir o primeiro dos três jogos de suspensão, justamente por ter agredido um torcedor na final da Copa da França, no fim da temporada passada.

Ao anunciar a lista dos convocados, o PSG informou que o atacante brasileiro será totalmente reintegrado ao elenco durante este período de jogos e treinamentos na China. Ele já se recuperou de lesão no tornozelo direito, sofrida antes do início da Copa América, que o tirou da competição.

De acordo com o clube francês, exames e avaliações feitas em Paris, na reapresentação do atleta, na semana passada, mostraram que a contusão anterior - a fratura no quinto metatarso do pé direito - "apresenta evolução normal" e "uma melhora muito boa". Quando estava com a seleção brasileira, Neymar se machucou num amistoso diante do Catar, em fase preparação do time de Tite. Ele vivia seu "inferno astral" na Granja Comaray, com as investigações de um suposto estupro denunciado pela modelo Najila Trindade. Neymar convidou a moça para passar alguns dias com ele em Paris, e aí teria cometido o crime. Ele e seus advogados sempre negaram a acusação. A polícia ainda investiga o caso. 

Neymar se apresentou ao clube francês na segunda-feira passada, dia 15, com atraso de uma semana, de acordo com o PSG, que não escondeu sua insatisfação com o jogador. Segundo o atacante, a reapresentação havia sido combinada com a diretoria do clube. O PSG afirmou ainda que cinco jogadores, incluindo os brasileiros Thiago Silva e Marquinhos, vão se reapresentar somente no dia 31 deste mês. Os outros são Leandro Paredes, Eric-Maxim Choupo-Moting e Angel Di Maria. Eles estavam na Copa América.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.