Arnd Wiegmann/Reuters
Arnd Wiegmann/Reuters

Presente em estádio, Blatter diz que Brasil precisa jogar com mais velocidade

Ex-presidente da Fifa analisa atuação brasileira em vitória sobre a Costa Rica

Jamil Chade, enviado especial / Moscou, O Estado de S.Paulo

22 Junho 2018 | 17h58

Presente no estádio de São Petersburgo nesta sexta-feira, o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, ensaiou uma análise sobre o jogo entre Brasil e Costa Rica, pelo Grupo E da Copa do Mundo. A seleção brasileira venceu o rival por 2 a 0 e agora só precisa de um empate na rodada final para assegurar a vaga nas oitavas de final.

+ 'Torcedor' Blatter se diverte com memes sobre Neymar e critica Copa de 2014

+ Blatter critica decisão de árbitro em jogo do Brasil em estreia na Copa

"O Brasil poderia jogar melhor se iniciasse ataques de forma mais rápida", disse o ex cartola suspenso do futebol. "Eles tomam muito tempo para levar o jogo para a frente", afirmou Blatter à reportagem do Estado. "O futebol moderno é mais rápido, como o Liverpool", sugeriu.

Blatter esteve em duas partidas durante esta Copa do Mundo, desafiando a tentativa da Fifa de o afastar dos grandes eventos esportivos. Em 2015, depois de mais de vinte anos no poder, ele foi obrigado a renunciar diante do escândalo de corrupção no futebol.

 

Mas o suíço foi convidado pelo presidente Vladimir Putin para a Copa do Mundo, deixando a nova direção da Fifa profundamente irritada.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.