Geoff Caddick/AFP
Geoff Caddick/AFP

Presidente da Fifa brinca e diz que vai discutir Mundial do Palmeiras com Bolsonaro

Em visita ao País, Gianni Infantino vai se encontrar com o presidente da República nesta quarta-feira

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2019 | 21h06

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, afirmou que vai discutir o título mundial do Palmeiras (o título da Copa Rio de 1951) com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, no encontro que os dois terão nesta quarta-feira. A declaração, no entanto, foi dada em tom de brincadeira, com um sorriso do dirigente da entidade máxima do futebol.

“Já decidimos dar o título de campeão mundial a todos que ganharam a Copa entre Europa e América do Sul desde 1960. E 1951 é um pouquinho mais para trás. Vamos falar com o presidente Bolsonaro e vamos ver que solução teremos. Mas o Palmeiras pode ganhar o próximo Mundial de Clubes. Por que não?”, brincou Infantino à TV Globo nesta terça-feira.

O título mundial do Palmeiras é um tema polêmico. O reconhecimento do título pela Fifa percorre idas e vindas nas últimas décadas. Em outubro, a entidade reconheceu só os títulos a partir de 1960, como mencionou Infantino. Os palmeirenses contestam. 

O presidente da Fifa está no Rio de Janeiro e participou da posse de Rogério Caboclo na CBF e para o Congresso da Conmebol na tarde desta terça-feira.

Bolsonaro se declarou torcedor do Palmeiras e participou inclusive da festa pela conquista do título brasileiro no ano passado, quando já havia vencido a eleição presidencial. O encontro com Infantino entre os dois será em Brasília.

A Copa Rio foi organizada pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD) como uma tentativa de resgatar o interesse e a paixão dos brasileiros pelo futebol depois do desastre da Copa de 1950, quando o Brasil foi derrotado em casa pelo Uruguai de Gigghia. Era um remédio para a dor do Maracanazzo.

Com o apoio da Fifa, o torneio contou com a participação do Estrela Vermelha (antiga Iugoslávia), Áustria Viena (Áustria), Nacional (Uruguai), Nice (França), Sporting (Portugal) e Vasco, além do Palmeiras.

Depois de ter vencido a Juventus de Turim por 1 a 0 no Pacaembu em um jogo à noite, uma novidade para os europeus, o Palmeiras empatou por 2 a 2 na decisão. de 150 mil. Palmeiras campeãoRecentemente, o pesquisador Vitorio Girardo divulgou imagens inéditas do torneio nas redes sociais. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.