LLuis Gene/AFP
LLuis Gene/AFP

Real Madrid e Barça retomam duelo pela liderança do Espanhol antes da Supercopa

Time catalão está na liderança com 39 pontos, dois a mais que o maior rival, segundo colocado

AFP, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2020 | 04h30

Real Madrid e Barcelona vão estrear em 2020 pela 19ª rodada do Campeonato Espanhol dando sequência à disputa pela liderança, antes de viajar a Arábia Saudita para disputar a Supercopa da Espanha (de 8 a 12 de janeiro) junto com Valencia e Atlético de Madrid.

Havia vários anos que os dois maiores times espanhóis não mantinham uma disputa tão acirrada no campeonato nacional, monopolizado pelo Barcelona nas dez últimas temporadas. Depois do empate em 0 a 0 no clássico do dia 18 de dezembro no Camp Nou, o time de Ernesto Valverde chega à última rodada da primeira rodada como líder isolado com 39 pontos, apenas dois acima do Real Madrid, penalizados por seu empate sem gols diante do Athletic Bilbao quatro dias depois.

Mas o time comandado pelo técnico Zinédine Zidane não quer se deixar levar pelo desânimo tão cedo e o objetivo é voltar a levantar uma taça da torneio nacional, algo que não consegue desde 2017. Para tentar diminuir a distância terá que vencer no sábado o Getafe (6º).

O técnico francês seguirá sem poder contar com seu astro belga, Eden Hazard, e Marco Asensio por lesão, nem com o zagueiro central Sergio Ramos, que cumpre suspensão, mas por outro lado recuperou o colombiano James Rodríguez, o brasileiro Marcelo e o espanhol Lucas Vázquez.

Zidane poderá colocar em campo alguns de seus jogadores menos utilizados pensando na Supercopa. Mas todo cuidado é pouco diante do Getafe que costuma ser perigoso em seu estádio.

Enquanto isso o Barça vai ao estádio do vizinho, e lanterna, Espanyol para disputar o dérbi da cidade catalã. Depois de fechar o ano de 2019 com uma goleada de 4 a 1 diante de sua torcida contra o Alavés (15º), a equipe azulgraná volta a campo contra o Espanyol que estreia seu novo técnico, o ex-zagueiro 'culé' Abelardo Fernández, depois da demissão de Pablo Machín.

O brasileiro Neto será o goleiro no lugar do titular Marc André ter Stegen, que após sofrer uma lesão ficará fora durante tempo indeterminado. Um desfalque ao qual se soma o do brasileiro Arthur - três semanas - devido a dores no púbis. Além disso há também a preocupação com o jovem Ansu Fati, de apenas 17 anos, que sofreu uma lesão no quadril há quase duas semanas.

Logo após as partidas da Liga, os dois primeiros colocados vão focar no primeiro título da temporada, a Supercopa, que será realizada pela primeira vez na Arábia Saudita e entre quatro equipes, algo também inédito.

O Atlético de Madrid (4º), que busca um atacante nesta janela do mercado de inverno e o Valencia (8º), como campeão da última Copa do Rei, são os outros dois participantes. A equipe de Simeone recebe no sábado o Levante (9º), enquanto o Valencia joga em casa nesse mesmo dia contra o Eibar (16º). / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.