Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Ronaldo usa bicicleta elétrica e tem ajuda de 'memória muscular' para concluir trajeto de 522 km

Gestor do Cruzeiro está no terceiro dia de sua peregrinação com destino a Santiago de Compostela; ele paga promessa feita caso seu time na Espanha, o Valladolid, subisse de divisão, como aconteceu

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2022 | 15h00

Ronaldo Fenômeno deu início na manhã de domingo ao seu périplo de bicicleta elétrica de Valladolid até Santiago de Compostela para cumprir a promessa que havia feito se o clube do qual é dono retornasse à primeira divisão do futebol espanhol, o que aconteceu no último dia 29. O ex-jogador não deu detalhes de sua condição física atual nem avisou se fizera uma preparação voltada para cumprir essa penosa aventura na Espanha. 

O Estadão ouviu médicos e especialistas para entender o que Ronaldo pode ter feito para evitar lesões, reduzir a fadiga e concluir o trajeto de 522 km sem sobressaltos. O gestor do Cruzeiro se comprometeu a terminar em quatro dias a aventura, dividida em seis etapas, com níveis de dificuldade que vão de moderado a difícil.

Ronaldo aparenta estar acima do peso, mas carrega como trunfo o fato de ter sido um atleta de alto nível por quase duas décadas. Por isso, segundo os especialistas, ele tem a vantagem de possuir uma "memória muscular" que o ajuda em atividades físicas. "Ele está parado, aparentemente acima do peso, mas tem uma musculatura que responde bem a estímulos", diz o médico do esporte Páblius Staduto Braga, ex-vice-Presidente da Sociedade Paulista de Medicina do Exercício e do Esporte (SPAMDE). 

"Ele certamente fez uma boa avaliação antes para diminuir os riscos. Um teste de estresse importante para ver o quanto suporta. O esforço não é muito intenso, porque não vai ter tiros, disparos, mas a fadiga, sim, depois de dias pedalando. Há situações em que você pedala um pedaço, e depois deixa solto. O percurso acaba sendo menos cansativo do que quem faz o percurso a pé", explica Braga, que atende pessoas que já fizeram o trajeto andando até a cidade conhecida como destino religioso e turístico. 

522 km em quatro dias

Ronaldo está acompanhado nessa jornada de sua mulher, Celina Locks, e de uma equipe multidisciplinar para lhe ajudar, incluindo um carro de apoio em caso de problemas. Ele contratou uma empresa espanhola para lhe dar suporte e cuidar de toda a logística. Há, entre os membros da caravana, um ciclista profissional, sempre na dianteira. O Fenômeno tem registrado parte da jornada em suas redes sociais. 

"O caminho vai ser muito bonito. Fisicamente sei que vou sofrer, mas vai ser uma experiência inesquecível", havia dito ele sobre a aventura atravessando uma das regiões mais ricas da Espanha do ponto de vista cultural, histórico, arquitetônico e gastronômico. Os especialistas acreditam que é muito provável que o ex-jogador tenha passado semanas se preparando para esse desafio, fazendo todas as adaptações em seu corpo para reduzir danos e estar apto a finalizar a peregrinação dentro da meta estipulada.

"Você precisa criar uma adaptação da musculatura para suportar ficar esse período longo de atividade", ressalta Paulo Zogaib, fisiologista do Palmeiras durante 24 anos e especialista em medicina esportiva. "Não é um esforço em termos de intensidade muito importante. Mas, de qualquer forma, é difícil, é puxado. Imagino que ele tenha feito alguma preparação antes para não sair do zero".

Os especialistas acreditam que Ronaldo não terá problemas para realizar a tarefa. "Com uma boa estrutura, uma boa avaliação anterior e um bom planejamento, qualquer pessoa pode fazer. Eu creio que ele vai ter sucesso, mas vai cansar bastante", prevê Braga.

Zogaib, que é professor da Escola Paulista de Medicina da Unifesp, avalia que uma pessoa sedentária, desacostumada a exercícios, teria de se preparar durante três meses para completar 500 km pedalando. No caso de Ronaldo, é provável que ele tenha se mantido na ativa. Portanto, precisou de menos tempo para essa preparação. 

Há também artifícios de que o gestor do Cruzeiro pode lançar mão na promessa. A bicicleta escolhida para percorrer a rota é elétrica. Não se sabe, porém, quantos quilômetros Ronaldo vai pedalar e quantos ficarão a cargo do motor elétrico da bicicleta da marca Specialized, cujo modelo elétrico mais barato custa R$ 32.990,00. 

Cabe lembrar que as chamadas e-bikes exigem menos esforço, mas não fazem tudo sozinha. Elas são indicadas para idosos e pessoas com sobrepeso e diminuem o risco de sobrecarga nas articulações, evitando lesões. O fato de Ronaldo aparentar estar acima do peso não é um problema desde que ele esteja em boas condições físicas, explica Zogaib. "O risco seria mesmo a fadiga e alguma lesão muscular que possa ocorrer pelo esforço repetitivo. Tem de ficar atento se ele sente dores normais ou se uma estrutura está sofrendo mais do que deveria", explica o médico.

Plano nutricional

Mas como deve ser o plano nutricional de Ronaldo para encarar essa trajetória? "É importante suplementar ou consumir carboidratos, ingerir água e reprodutores eletrólitos. Ele vai precisar repor sódio, potássio para manter o bom funcionamento cardiovascular", detalha o nutricionista clínico e esportivo Dereck Oak.

Ronaldo pode ingerir paçoca ou banana, por exemplo, como fonte de carboidrato. Há opções líquidas e também em gel. "Ele vai precisar de carboidratos de absorção rápida", afirma Oak. O ex-jogador tem de ficar atento não só ao pré-treino, mas ao que consome durante a pedalada e depois do exercício. "É importante prestar atenção no suor, na aparência dele, para ver se é necessário repor o sal, por exemplo. Há pessoas que não fazem essa reposição e têm mal súbito", alerta o nutricionista. "E a proteína é importante também para recuperar o corpo após o estresse muscular", acrescenta.

Veja o percurso que Ronaldo se propôs a fazer:

Valladolid a Sahagún - 101 km (moderado)

Sahagún a León - 82 km (moderado)

León a Ponferrada - 107km (difícil)

Ponferrada a Monforte de Lemos - 108km (difícil)

Monforte de Lemos a Lalín - 66km(difícil)

Lalín a Santiago de Compostela - 58km (moderado)

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.