Vítor Silva/Botafogo
Vítor Silva/Botafogo

Valentim vê organização defensiva e pegada como identidades do Botafogo

Técnico exaltou empenho da equipe em primeiro triunfo fora de casa na competição

Estadão Conteúdo

03 Junho 2018 | 13h42

A vitória do Botafogo sobre o Vasco por 2 a 1, em São Januário, no Rio, neste sábado, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, foi marcada por organização defensiva e pegada forte na marcação do meio de campo. Para o técnico Alberto Valentim, essas duas características se tornaram a identidade da equipe.

+ Leia mais notícias sobre o Botafogo

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

+ Botafogo bate Vasco em São Januário e ganha a 1ª fora de casa no Brasileirão

"Virou uma identidade do Botafogo. Nós vínhamos cobrando isso. Tivemos algumas partidas que oscilamos um pouco e não conseguimos ser tão brilhantes. E nossa pegada não estava sendo tão forte como foi hoje (sábado)", disse o comandante.

Os três pontos foram obtido com o Botafogo esperando bem recuado as ações do Vasco. Mas, segundo o treinador, essa estratégia não será a tônica para o restante do campeonato.

"A gente não joga pra explorar contra-ataque. Tem partidas que a gente tem de sofrer na parte defensiva, nessa linha baixa. Nossa ideia é fazer com que a equipe defenda bem mas, quando tivermos a posse de bola, jogarmos um pouco mais à frente. Mas tem jogos que não conseguimos fazer isso, pela necessidade da vitória do adversário, pela pressão que o adversário tem que exercer ao time que joga fora de casa", completou Valentim.

Foi o primeiro triunfo do Botafogo fora de casa na competição. E acabou com o jejum de três partidas sem vitória. Com 12 pontos, o time se distancia da zona de rebaixamento e alcançou o meio da tabela. Agora, o objetivo é embalar e se aproximar dos primeiros colocados, segundo Valentim.

"Essa vitória é importante para o moral. Dá tranquilidade para trabalhar, os jogadores ficam mais confiantes. Mas é importante para a nossa classificação também, porque conseguimos nos distanciar dos últimos colocados e, a partir de agora, conseguimos nos aproximar no grupo lá de cima", frisou.

Na sequência do Brasileirão, o Botafogo encara o Cearão, no Engenhão, no Rio, quarta-feira, às 19h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.