Axel Schmidt/Reuters
Axel Schmidt/Reuters

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Löw diz que não definiu titulares da Alemanha e estimula disputa por posições

Técnico quer melhora da equipe após baixo desempenho em amistosos de preparação para a Copa

Estadão Conteúdo

13 Junho 2018 | 12h18

A seleção alemã realizou nesta quarta-feira o primeiro treino em solo russo, na cidade de Watutinki. Após o trabalho, o técnico Joachim Löw elogiou o Centro de Treinamento local, reconheceu que a equipe precisará evoluir após o fraco desempenho apresentado nos últimos amistosos e avisou que ainda não tem a definição dos titulares para a estreia na Copa do Mundo.

+ Reverenciado por Fifa, Putin diz que Copa vai mudar imagem da Rússia

+ Em campanha, Infantino disse que Fifa estava “clinicamente morta”

+ Por futebol, iranianas desafiam país e viajam para ver a Copa

"Não fomos tão bem quanto desejávamos (nos amistosos). Mostramos alguns erros, mas acho que foi bom, porque ainda temos tempo para trabalhar nisso", disse. "É normal ter essa oscilação no início. Aqui em Watutinki vamos afinar, especialmente em termos de tática", complementou o treinador.

Desde que Löw reuniu a seleção alemã para iniciar o treinamento para a Copa, houve dois amistosos. No primeiro, a equipe perdeu para a Áustria por 2 a 1. No outro, sofreu para conseguir vencer a Arábia Saudita também por 2 a 1.

Por conta das fracas atuações e também ainda à espera da recuperação de Mesut Özil, Löw informou que ainda não definiu a equipe titular para a estreia no Mundial, contra o México, no domingo, às 12h (de Brasília), em Moscou.

 

Özil se recupera de um problema no joelho esquerdo. Ele já havia ficado de fora dos últimos amistosos e não treinou junto com o restante do elenco nesta quarta-feira. "Os 11 para o primeiro jogo não estão escolhidos. Variamos a escalação nos amistosos porque queríamos que houvesse um disputa pelo titularidade e temos isso", afirmou.

SAÍDA DE LOPETEGUI

O treinador alemão também se manifestou sobre a principal notícia do dia entre as seleções que disputarão a Copa do Mundo: a demissão do técnico da Espanha, Julen Lopetegui, que deixou o cargo no dia seguinte em que o Real Madrid anunciou sua contratação.

"Foi surpreendente e totalmente inesperada", afirmou. No entanto, Löw acha que a saída do técnico a poucos dias do início do Mundial não interferirá no desempenho da Espanha durante a competição. "Eles têm uma equipe compenetrada, todos já se conhecem bem e por isso provavelmente não perderá nada na qualidade de seu jogo", opinou.

Para o lugar de Lopetegui, a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) anunciou também nesta quarta-feira a chegada de Fernando Hierro. A seleção espanhola vai estrear na Copa do Mundo contra Portugal, às 15 horas (de Brasília) desta sexta-feira, em Sochi, e também vai enfrentar Irã, no dia 20, em Kazan, e o Marrocos, no dia 25, em Kaliningrado, pelo Grupo B da competição.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.