Jim Lo Scalzo / EFE
Jim Lo Scalzo / EFE

Yan Gomes atua e se torna 1º brasileiro a participar do All-Star Game da MLB

'Catcher' do Cleveland Indians também foi o primeiro a jogar no torneio

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2018 | 09h42

Yan Gomes fez história na noite de terça-feira ao se tornar o primeiro brasileiro a participar do All-Star Game da MLB, a liga de beisebol dos Estados Unidos. E ainda que com uma atuação rápida e discreta, pôde também comemorar a vitória da Liga Americana por 8 a 6 sobre a Liga Nacional, em Washington, sendo que o confronto foi definido na décima entrada.

+ Ricardinho, campeão olímpico e bi mundial, deixa o vôlei e sai de cena aos 42 anos

+ Blazers derrota Lakers e fatura o título da Summer League 2018 da NBA

Catcher do Cleveland Indians, Yan Gomes já havia sido o primeiro brasileiro a jogar na MLB, em 2012, quando estreou pelo Toronto Blue Jays. Já a chance de jogar o All-Star Game surgiu no último fim de semana, por causa da lesão de Wilson Ramos, do Tampa Bay Rays, que não pôde disputar o duelo por causa de uma lesão. Assim, ele foi o escolhido para assumir a vaga na equipe da Liga Americana.

Na última terça, então, Yan Gomes foi ao bastão na sétima entrada, quando o seu time vencia por 2 a 1. O brasileiro até conseguiu uma rebatida em três tentativas, mas acabou sendo eliminado na primeira base nesse momento histórico da sua carreira.

Este foi o sexto triunfo consecutivo da Liga Americana no All-Star Game e o 18º nos últimos 21 confrontos. E, com esse resultado, a equipe desempatou o retrospecto histórico com a Liga Nacional, agora com 44 vitórias, 43 derrotas e dois empates. E a Liga Americana não estava à frente no retrospecto desde o início da década de 1960.

Alex Bregman, do Houston Astros, foi eleito o MVP da partida. E o jogo registrou dez home runs, um recorde do duelo festivo, sendo que a marca anterior era de seis, feitos em 1971. A temporada da MLB será retomada na sexta-feira.

 
Tudo o que sabemos sobre:
beisebolYan Gomes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.