Jonne Roriz / COB
Jonne Roriz / COB

Medalha de prata de Kelvin Hoefler expõe racha no skate; pai do atleta critica CBSk

Skatista se sente desvalorizado pela confederação que cuida do esporte no Brasil

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2021 | 22h30

A medalha de prata conquistada por Kelvin Hoefler nos Jogos de Tóquio deixou clara uma divisão entre os atletas brasileiros do skate na Olimpíada. O brasileiro conquistou o segundo lugar na modalidade street na madrugada deste domingo, garantindo a primeira medalha brasileira na edição de 2021.

Kelvin e a entidade brasileira que cuida do skate, a Confederação Brasileira do Skate (CBSk), não se seguem nas redes sociais. Na postagem em que celebrou a medalha, a CBSk não marcou o perfil de Kelvin - segundo a skatista Letícia Bufoni, Kelvin bloqueou a CBSk.

Os pais do atleta, inclusive, criticaram a confederação. "Será que vocês agora vão respeitar o nosso filho ou vão continuar menosprezando ele? É nítido o que vocês estão fazendo, esta medalha de prata representa todo esforço e dedicação dele. Vocês deveriam ser menos imparciais. É uma vergonha o que vocês fazem com meu filho", escreveram Éneas Hoefler e Roberta Hoefler.

De acordo com informações do colunista Demétrio Vecchioli, do portal Uol, a razão para isso seria a insatisfação de Kelvin com atitudes da CBSk. Em período de treinos anterior à Olimpíada, alguns atletas próximos ao presidente da entidade, Duda Musa, teria tido privilégios, como contato com familiares e treinadores próprios.

Outra razão seria que Kelvin e Pâmela Rosa, sua amiga, tiveram pedidos negados para competir nos X-Games de Los Angeles - a CBSk teria justificado que a intenção era que todos viajassem juntos, como time. Contudo, Letícia Bufoni pode competir e venceu na sua modalidade, com um expressivo prêmio em dinheiro.

Após a medalha de Hoefler, Bufoni justificou no Instagram não ter dado parabéns ao colega afirmando que ele evitava estar junto com os colegas do skate e não ia nos 'rolês'. O próprio Kelvin confirmou que não vai a tantos eventos. Durante a disputa, ele comemorou principalmente com Pâmela Rosa; após a conquista, jantou com Giovanni Viana, outro skatista da modalidade street, o fisioterapeuta da CBSk e marcou o perfil da entidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.