Thomas Mamson / AFP
Thomas Mamson / AFP

Halep encara chave complicada em Wimbledon e pode pegar campeã Muguruza na semi

Serena Williams contou com a sorte nesta sexta e escapou de duelos complicados nas duas rodadas iniciais

O Estado de S.Paulo

29 Junho 2018 | 12h48

Atual líder do ranking mundial do tênis feminino, Simona Halep terá uma rota complicada em sua busca por um inédito título de Wimbledon, Grand Slam que começa na próxima segunda-feira, em Londres, e teve a chave do seu torneio feminino de simples sorteada nesta sexta.

+ Federer tem rota dura por sua 9ª taça de Wimbledon; Nadal encara chave mais fácil

+ Torneio de exibição, Laver Cup confirma presenças de Djokovic e Del Potro

+ Algoz de Murray, Edmund perde de casaque e semi em Eastbourne fica sem britânicos

A tenista romena vai estrear contra a japonesa Kurumi Nara, hoje 101ª colocada da WTA, em um jogo considerado tranquilo e o desenho de sua chave indica que ela defenderá grande favoritismo até a terceira rodada, caso passe pelos seus dois primeiros jogos.

Porém, a partir das oitavas de final, a tendência é a de que Halep encare grandes pedreiras. A primeira mais provável é a britânica Johanna Konta, 22ª colocada do ranking e que terá o apoio da torcida local para chegar até a quarta fase na capital inglesa.

Já a checa Petra Kvitova, campeã de Wimbledon em 2011 e 2014, e a russa Maria Sharapova, vencedora em 2004, aparecem como possíveis adversárias de Halep em um eventual confronto válido pelas quartas de final.

E o desenho da chave sorteada nesta sexta-feira também indica a possibilidade de um duelo da romena com Garbiñe Muguruza, atual campeã de Wimbledon, nas semifinais. Hoje na terceira posição do ranking mundial, a espanhola vai abrir a sua campanha em Londres contra a norte-americana Naomi Broady.

Do outro lado da chave, a dinamarquesa Caroline Wozniacki, atual vice-líder do ranking mundial, estreará contra uma rival dos EUA, Varvara Lepchenko, e poderá encarar um jogo duro contra a polonesa Agnieszka Radwanska já em uma eventual terceira rodada.

SERENA WILLIAMS 

Depois de ter sido colocada como 25ª cabeça de chave no Torneio de Wimbledon, a norte-americana Serena Williams contou com a sorte nesta sexta e escapou de duelos complicados nas duas rodadas iniciais. Ex-líder do ranking e atual número 183 do mundo, ela estreará contra a belga Arantxa Rus, 107º do ranking da WTA. Se passar pela primeira rodada, jogará na sequência com quem vencer do duelo entre a búlgara Victoriya Tomova (136º) e a checa Tereza Smitkova (167).

A partir daí o caminho começa a se complicar e ela poderá enfrentar a ucraniana Elina Svitolina, quinta cabeça de chave da competição. Nas oitavas, poderá ter pela frente a norte-americana Madison Keys, 10ª do ranking, ou a eslovaca Magdalena Rybarikova. Nas quartas, a provável adversária seria a dinamarquesa Caroline Wozniacki.

Serena, de 36 anos, voltou às quadras em março deste ano após ficar afastada por conta do nascimento de sua filha. Apesar de ser apenas a número 183 do mundo, a organização de Wimbledon levou em conta seu histórico de 23 títulos de Grand Slam, com sete conquistas só na grama de Londres, para deixá-la como cabeça de chave.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.