Getty Images/FIVB
Getty Images/FIVB

Dupla brasileira ganha e passa à chave principal do vôlei de praia em Portugal

A dupla Patrícia/Rebecca venceu os dois jogos que disputou na fase de qualificação e se junta às outras três duplas brasileiras

Estadão Conteúdo

04 Julho 2018 | 21h34

O Brasil terá quatro duplas na chave principal do torneio feminino da etapa de Espinho, em Portugal - um evento quatro estrelas do Circuito Mundial de vôlei de praia. Nesta quarta-feira, Patrícia/Rebecca venceu os dois jogos que disputaram na fase de qualificação e se junta às outras três duplas brasileira. As já classificadas: Bárbara Seixas/Fernanda Berti, Taiana/Carol Horta e Maria Elisa/Carol Solberg.

+ Confira a tabela da Copa do Mundo da Rússia

No primeiro jogo do dia, Ana Patrícia e Rebecca não tiveram dificuldades para superarem a dupla da casa, Brígia e Daniela, por 2 sets a 0 (21/11 e 21/11). Em seguida, as meninas do Brasil passaram por Eiholzer/Steinemann, da Suíça, também em dois sets (21/19 e 21/15).

Entre os homens, o dia foi de disputa caseira com a realização do "country quota" entre três duplas brasileiras para decidir quem avança ao torneio classificatório. George e Thiago passaram por Álvaro Filho e Luciano por 2 sets a 0 (21/17 e 21/18). Horas depois, acabaram sucumbindo para Ricardo/Guto por 2 a 0 (21/18 e 21/11), que garantiu classificação à próxima fase.

Agora, nesta quinta-feira, Ricardo e Guto tentarão uma das oito vagas ainda disponíveis no torneio principal e jogarão o classificatório. Já garantidos entre os 32 times da competição masculina estão Alison/André, Vitor Felipe/Evandro e Pedro Solberg/Bruno Schmidt, que entrarão em ação apenas nesta sexta.

A etapa de Espinho é a sétima de nove etapas do nível quatro estrelas do Circuito Mundial. Desde 2017, as competições são classificadas de uma a cinco estrelas de acordo com a pontuação e a premiação que oferecem aos atletas.

 

 

Mais conteúdo sobre:
vôleivôlei de praia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.