Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Após sete meses de trabalho, Levir Culpi é demitido do Gamba Osaka

Em 17 jogos, o treinador ganhou apenas quatro jogos no comando do clube japonês

Estadao Conteudo

23 de julho de 2018 | 17h58

Aos 65 anos, o técnico Levir Culpi está desempregado. Durou apenas sete meses a sua trajetória no futebol japonês. Nesta segunda-feira a direção do Gamba Osaka anunciou por meio de suas redes sociais a demissão do brasileiro.

+ Renê Júnior rompe ligamento do joelho e só volta a jogar no Corinthians em 2019

+ Paulão rescinde contrato com o Vasco e nem viaja para o Equador

+ Bruno Henrique afirma que terapia lhe ajuda a ter boa fase

Em 17 jogos à frente do clube japonês, ele venceu apenas quatro jogos, empatou três e foi derrotado em dez oportunidades. Somou apenas 15 pontos. Levir deixa a equipe na 16ª colocação, dentro da zona de rebaixamento.

O fato que culminou com a sua demissão foram as derrotas nas duas últimas rodadas. Na quarta-feira, a equipe perdeu por 4 a 0 para o Sanfrecce Hiroshima e, depois, no domingo, para o Shimizu S-Pulse por 2 a 1, de virada, em casa. Com estes resultados, o Gamba Osaka chegou a cinco jogos seguidos sem vitória no Campeonato Japonês.

O auxiliar Luiz Matter também deixa o clube. Para o lugar do brasileiro, o clube já anunciou que o cargo será ocupado ex-zagueiro Tsuneyasu Miyamoto, de 41 anos, que até então era técnico da equipe sub-23. Ele atuou como jogador e capitão do Gamba e disputou duas Copas do Mundo pelo Japão.

Agora o único técnico brasileiro no Japão é o Oswaldo de Oliveira. Mas também tem sofrido. Ele dirige o Urawa Reds, time de maior torcida do Japão, e que está em 12º lugar, com 24 pontos, sendo 6 vitórias, 6 empates e 5 derrotas. Na última rodada, empatou fora com o Cerezo Osaka por 1 a 1.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Levir Culpifutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.