Ivan Storti/Santos
Ivan Storti/Santos

Carille aposta no psicológico para ter Santos forte contra badalado Athletico-PR

Com apenas 32 pontos, em 16º lugar, o time praiano flerta com a zona de rebaixamento e precisa obter a segunda vitória consecutiva

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2021 | 05h00

O técnico Fábio Carille aposta na preparação psicológica do elenco do Santos para encarar, neste sábado, o Athletico-PR, um dos melhores times da temporada, e manter a reação no Campeonato Brasileiro. O duelo, válido pela 29ª rodada, vai ser às 17 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Com apenas 32 pontos, em 16º lugar, o Santos flerta com a zona de rebaixamento e precisa obter a segunda vitória consecutiva no Brasileirão, feito que seria inédito na competição. Enfrentar o embalado Athletico, que vem de eliminar o poderoso Flamengo na Copa do Brasil, no Maracanã, é apenas um dos obstáculos em sua luta para fugir da Série B no ano que vem. Os dois próximos compromissos, ambos na Vila Belmiro, também prometem ser complicados: Palmeiras e Red Bull Bragantino.

Carille não vai ter em Curitiba o seu principal atleta. Trata-se de Marinho, que vai cumprir suspensão. Apesar de estar 15 partidas sem marcar um gol, o experiente atacante tem liderança sobre o elenco e sua presença será sentida na partida. O jovem Ângelo vai ficar com a vaga no ataque.  

Outra ausência importante será no meio de campo santista, pois Vinícius Zanocelo também terá de cumprir suspensão. O experiente uruguaio volante Carlos Sánchez deverá herdar o lugar no time titular.

   

Para aumentar a dificuldade santista, o Athletico, apesar de ser finalista da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil, o time também precisa do triunfo, pois está na 12ª colocação, com apenas 34 pontos, cinco de distância do Juventude, primeiro clube na zona de rebaixamento. O momento, portanto, é o de deixar a euforia para trás e pensar no Campeonato Brasileiro.

O time não vence há quatro jogos e vem de duas derrotas seguidas para Fortaleza por 3 a 0 e Fluminense por 1 a 0, tendo como desconto o fato de ter atuado com um time mesclado. "O Santos é um adversário que nós precisamos vencer. Estamos vindo de duas derrotas em casa, contra Bahia e Fluminense, e precisamos dar uma resposta. Temos que mudar totalmente o foco agora. Virar a chave. As finais estão longe e a gente tem nossos compromissos no Campeonato Brasileiro", disse o técnico Alberto Valentim.

Apesar desta preocupação e da necessidade da vitória, o treinador deve poupar alguns jogadores. O zagueiro Pedro Henrique, o meio-campista Léo Cittadini e o meia-atacante Nikão são os mais cotados para ganharem um descanso. Assim, Zé Ivaldo, Christian e Pedro Rocha entrariam nas respectivas vagas.

Outra mudança certa é no ataque. Bissoli, que não pode atuar no torneio mata-mata por já ter defendido o Cruzeiro, volta como titular na vaga de Renato Kayzer.

FICHA TÉCNICA:

ATHLETICO-PR x SANTOS

ATHLETICO-PR - Santos; Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Nicolás Hernández; Marcinho, Erick, Christian e Abner; Terans, Pedro Rocha e Bissoli. Técnico: Alberto Valentim.

SANTOS - João Paulo; Danilo Boza, Robson Reis e Emiliano Velázquez; Madson, Carlos Sánchez, Felipe Jonatan, Marcos Guilherme e Lucas Braga; Ângelo e Diego Tardelli. Técnico: Fábio Carille.  

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

HORÁRIO - 17 horas.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.