Zurab Kurtsikidze/EPA/EFE
Zurab Kurtsikidze/EPA/EFE

3º colocados em 1998, Prosinecki e Bilic elogiam Croácia e creem no título

Ex-jogadores consideram 'fenomenal' e 'inacreditável' a seleção chegar a uma final de Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

14 de julho de 2018 | 19h40

O ex-atacante Robert Prosinecki e o ex-zagueiro Slaven Bilic, que foram terceiro colocados pela Croácia na Copa do Mundo de 1998, estão confiantes de que a atual seleção croata poderá vencer a França na final do Mundial, que começará às 12 horas (de Brasília) deste domingo, no estádio Luzhniki, em Moscou.

+ Putin, Macron e Kolinda estarão presentes na final da Copa

+ Com time completo, Croácia faz último treino antes da final da Copa

+ Lloris elogia Croácia e pede 'força mental' à França para vencer a final

Autor de dois gols na Copa realizada há 20 anos, sendo um deles na vitória por 2 a 1 sobre a Holanda na decisão do terceiro lugar, em Paris, Prosinecki exibiu otimismo ao projetar a decisão contra os franceses na Rússia.

"Isto é fenomenal, um milagre. Pessoas, estamos na final da Copa do Mundo. Isso é inacreditável. Estou muito feliz, e isso ainda não acabou. Nós podemos virar campeões do mundo, estou convicto disso. Nós temos uma boa chance", afirmou o ex-jogador, em declarações reproduzidas neste sábado pelo site oficial da Fifa.

Bilic, por sua vez, exaltou o trabalho que vem sendo realizado pelo técnico Zlatko Dalic nesta Copa do Mundo. "A seleção é madura, mas isso é trabalho do Dalic. Zlatko está fazendo um trabalho fenomenal - ele é calmo e um grande treinador", enfatizou o ex-defensor, que também foi comandante da Croácia entre 2006 e 2012.

 

O próprio avanço da seleção croata à decisão já foi exaltado por Bilic como um grande feito, pois já significa a melhor campanha do país na história das Copas, mas ele também acredita ser possível a conquista do título neste domingo. "Este resultado é um pouco irreal, assim como foi em 1998. Obrigado por isso, pessoal, e boa sorte amanhã", afirmou neste sábado o ex-atleta, também em declarações divulgadas pela Fifa.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.