Nicolas Asfouri / AFP
Nicolas Asfouri / AFP

Associação Egípcia de Futebol anuncia saída de Hector Cúper do comando da seleção

Técnico conseguiu classificar a equipe para a Copa do Mundo, mas desempenho no torneio foi ruim

Estadão Conteúdo

27 Junho 2018 | 10h58

A Associação Egípcia de Futebol decidiu não renovar contrato com Hector Cúper para que o técnico siga no comando da seleção do Egito. O treinador comandou o time na Copa do Mundo da Rússia e a equipe nacional já foi eliminada da competição, com três derrotas sofridas em três jogos no Grupo A.

+ El Hadary comemora recorde e pede desculpa pela campanha ruim do Egito na Copa

+ Cúper não acredita em aposentadoria de Salah da seleção do Egito: 'São rumores'

+ Após dar adeus à Copa, Arábia Saudita anuncia renovação com técnico Antonio Pizzi

Presidente da entidade egípcia, Hany Abou Rida assinou nota oficial para comunicar a decisão e agradecer ao técnico pelo trabalho à frente do Egito. O argentino assumiu o cargo em 2015 e classificou a seleção para disputar um Mundial pela terceira vez na história, a primeira desde 1990.

O desempenho na Rússia, porém, ficou aquém do esperado. Ainda sem Mohamed Salah na primeira partida, o Egito perdeu por 1 a 0 para o Uruguai, no dia 15, em Ecaterimburgo, com o gol da derrota sofrido aos 44 minutos do segundo tempo. O atacante até atuou e marcou um gol de pênalti no segundo jogo, diante da Rússiamas a seleção egípcia foi derrotada por 3 a 1, na última quinta-feira, em São Petersburgo.

 

Já eliminado, o Egito tinha a expectativa de conquistar a primeira vitória da história do país em Copas do Mundo, na terceira partida do Grupo A, contra a Arábia Saudita, na última segunda-feira, em Volgogrado. Salah até abriu o placar, mas a seleção saudita venceu de virada, por 2 a 1, com um gol aos 50 minutos do segundo tempo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.