Arte/Estadão
Arte/Estadão

Acompanhe a corrida contra o tempo de Neymar para definir o seu futuro

Atacante quer deixar o PSG, mas precisa acertar com algum clube até o dia 2 de setembro, quando fecha a janela de transferência

Daniel Batista e Renan Fernandes, O Estado de S.Paulo

01 de setembro de 2019 | 07h00

Onde Neymar jogará nesta temporada é um grande mistério. O atacante chegou ao PSG em 2017 com contrato válido até 2022, mas já deixou claro que não deseja permanecer no clube francês. Assim, deu-se início a uma novela que precisa acabar até o dia 2 de setembro, data que fecha a janela de transferência europeia. O Estado vai acompanhar, dia a dia, as tratativas sobre o futuro do brasileiro, que já ficou ausente dos dois primeiros jogos do PSG na temporada. Embora não esteja jogando, ele foi convocado pelo técnico Tite para defender a seleção brasileira nos amistosos contra a Colômbia e Peru

 

 

02 DE SETEMBRO, SEGUNDA-FEIRA

A novela Neymar chega hoje ao seu último capítulo, pelo menos nesta edição. E parece que vai acabar com o jogador permanecendo no Paris Saint-Germain, onde não queria ficar. Ocorre que o brasileiro já teria deixado um gancho para a história continuar na próxima temporada. Segundo o jornal frabcês L'Equipe, o atacante já avisou seus companheiros que vai deixar o futebol francês na abetura da janela de transferências de 2020/2021. O jornal também adiantou que o brasileiro não escondeu seu descontentamento com o desfecho das negociações entre o PSG e Barcelona. Com 51 gols marcados em 58 jogos pela equipe francesa, Neymar deve estrear na temporada após servir a seleção brasileira nos amistosos contra Colômbia e Peru, dias 6 e 10, respectivamente. Na primeira rodada do Francês, mesmo sem ele em campo, o torcedor do Paris pediu para ele ir embora do clube. Neymar terá de recuperar a torcida do PSG. 

01 DE SETEMBRO, DOMINGO

O PSG não vai ceder. Segundo o jornal L'Equipe, o clube francês não aceitou as propostas feitas pelo Barcelona para contratar Neymar e o atacante brasileiro contuniará na equipe parisiense. Em sua capa deste domingo, a publicação traz em sua capa a frase "Se queda" (Fica, em português). A chamada faz alusão a uma publicação de Piqué em 2017, quando o defensor postou em sua redes sociais dizendo que Neymar não deixaria o clube espanhol.

Agora o PSG trabalha para melhorar a imagem de seu astro. Dirigentes teriam ligado para as principais organizadas do clube na tentativa de amenizar a situação depois de toda a novela nesta janela de transferências. Na abertura do Campeonato Francês, Neymar foi muito hostilizado no estádio Parque dos Príncipes.

31 DE AGOSTO, SÁBADO

A negociação de saída de Neymar do Paris Saint-Germain para o Barcelona cada vez mais distante de se concretizar. Neste sábado, o jornal francês L'Équipe publicou que o brasileiro estaria disposta a pagar 20 milhões de euros (R$ 91,2 milhões) do próprio bolso para ajudar o time catalão a contratá-lo. Ao mesmo tempo, o diário catalão Mundo Deportivo informou que uma reunião havia sido convocada pelos dirigentes do time espanhol com o técnico Ernesto Valverde e líderes do elenco como Piqué e Messi para informar que Neymar não voltaria.

De tarde, o L'Équipe trouxe outra notícia sobre o tema: Neymar, percebendo a desistência do Barcelona, informou aos dirigentes do PSG e a seus familiares que permanecerá no clube francês por mais uma temporada.

30 DE AGOSTO, SEXTA-FEIRA

Depois de vários veículos darem como certo o retorno de Neymar para o Barcelona, uma reviravolta no caso pode afastar o brasileiro da Espanha. Segundo o jornal Mundo Deportivo, o clube catalão não aceitou as exigências financeiras feitas pelo Paris Saint-Germain para liberar o craque. Irredutível, o clube francês só libera o jogador se receber 220 milhões de euros (R$ 1 bilhão). Ainda de acordo com o site Don Balón, outro fator que estaria dificultando a negociação são as negativas de Dembélé em ser envolvido em um possível empréstimo. 

No fim do dia, mais uma notícia que baixou os ânimos na negociação: Leonardo, diretor técnico do PSG, disse à imprensa após o jogo do time contra o Metz, pelo Campeonato Francês, que os times ainda não chegaram a um acordo pela transferência do jogador. "Nunca houve um acordo por escrito. Sempre dissemos que, no caso de uma proposta satisfatória, ele iria embora, mas esse não é o caso. Hoje, com o que pedimos e com o que recebemos de proposta, não há acordo", garantiu o brasileiro. 

29 DE AGOSTO, QUINTA-FEIRA

Mais uma sequência de desencontros marca a movimentada negociação de Neymar. Segundo o jonalista Gianluca Di Marzio, da emissora Sky Sport, o PSG aceitou a proposta do Barcelona para ter Neymar novamente em seu elenco. O jogador brasileiro estaria fazendo as malas para voltar ao clube catalão e atuar ao lado de Messi e Suárez. O contrato do brasileiro com o time catalão seria de cinco anos. O jornal Sport adianta que para ter Neymar novamente, o Barcelona pagaria 130 milhões (R$ 594 milhões) em dinheiro, cederia Rakitic em definitivo e enviaria Dembelé por empréstimo de uma temporada ao PSG. Uma nova reunião para fechar todos os detalhes estaria marcada para esta quinta-feira, em Mônaco, onde acontecerá o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões a partir das 13h do horário de Brasília. Já na França, a rádio RMC Sport informa que o Paris Saint-Germain rejeitou a proposta do Barcelona de 170 milhões de euros (R$ 784 milhões) em duas parcelas para recontratar o brasileiro. "Eles sabem o que queremos desde o início e ainda estão longe disso", teria afirmado uma fonte bem próxima das negociações. A janela de transferência em alguns países da Europa termina dia 2 de setembro, segunda-feira. Os clubes envolvidos ainda não se manifestaram.

28 DE AGOSTO, QUARTA-FEIRA

Depois de uma reunião entre Barcelona e PSG que deixou os espanhóis animados, já se especula-se na Espanha quanto efetivamente o clube catalão gastaria para recontratar Neymar. Segundo dados levantados pelo jornal As, a operação seria de quase 500 milhões de euros (o equivalente a R$ 2,2 bilhões) somando transferência, taxas e salários pagos ao brasileiro nos próximos cinco anos.

Já o jornal Sport avançou em detalhes da negociação entre os clubes. Um fator que pode ter feito a equipe parisiense aceitar a proposta seria a inclusão de Ivan Rakitic no negócio. Mesmo sem espaço com o técnico Ernesto Valverde, o meia croata continua valorizado no mercado Europeu. Neymar treina com o PSG, mas não joga.  

27 DE AGOSTO, TERÇA-FEIRA

A novela Neymar chega aos seus último episódios. Nas última horas desta segunda-feira, o jornal francês Le Parisien informou que o Paris Saint-Germain teria revelado ao Barcelona sua pedida para negociar seu principal jogador: o lateral-direito Nelson Semedo, o atacante Ousmane Dembélé e mais 100 milhões de euros, algo perto dos R$ 450 milhões. A nova reunião entre Barcelona e Paris Saint-Germain para tratar da transferência de Neymar terminou sem acordo.

Segundo o As, os dirigentes do clube catalão deixaram o encontro com a 'sensação positiva' que vão conseguir repatriar o brasileiro ainda nesta semana. Um fator determinante para o negócio seria o próprio atacante, que deixou claro para os comandantes do PSG que quer voltar para o Barcelona. A janela fecha dia 2 de setembro, em uma semana, portanto. Neymar treina com o PSG, mas não joga.

26 DE AGOSTO, SEGUNDA-FEIRA

A uma semana do fim da janela de transferências das principais grandes ligas da Europa, a situação de Neymar parece tomar uma definição. Depois de muita especulação, o noticiário do Velho Continente vê uma reconciliação entre o brasileiro e o Paris Saint-Germain. Até mesmo as manifestações contrárias ao jogador estão diminuindo no estádio Parque dos Príncipes.

Segundo o jornal francês Le Monde, o emir do Catar Tamin Bem Hamad Al Thani, proprietário da Qatar Sports Investment (que comanda o Paris Saint-Germain), avisou o diretor esportivo Leonardo que não quer se desfazer de seu principal jogador. Segundo a publicação, a decisão é para mostrar ao mercado que o projeto do clube francês é forte e sólido.

A France Football, principal revista de futebol da França, demonstra sua indignação com a situação e chama o jogador de "desperdício". Além disso, a revista ainda afirma que o jogador "não conseguiu manter suas promessas"

25 DE AGOSTO, DOMINGO

Como prometido pelo técnico Thomas Tuchel, Neymar ficou fora da lista de relacionados do Paris Saint-Germain para a partida contra o Toulouse, neste domingo, por ainda não ter sua situação com o time clara. Segundo o treinador, o brasileiro segue fora enquanto perdurar a novela.

Na impresa europeia, o jornal Mundo Deportivo, da Catalunha, publicou que Dembélé é a última 'bala' do Barcelona para tentar conseguir Neymar, já que o atacante seria a opção para repor a saída do brasileiro. Ao mesmo tempo, o tabloide inglês Sunday Mirror afirmou que o PSG teria buscado Wilfried Zaha, do Crystal Palace, também pensando em alguém para ocupar o lugar de Neymar. O portal brasileiro UOL afirmou que Neymar não pensa em fazer uma manifestação pública afirmando que quer voltar ao Barcelona, para se manter valorizado na disputa entre os dois gigantes espanhóis, e seguirá trabalhando em silêncio pela transferência.

24 DE AGOSTO, SÁBADO

O técnico do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel, disse que a situação de Neymar para jogar ou não continua a mesma: se não ficar clara até amanhã, quando a equipe enfrenta o Toulouse pela segunda rodada do Campeonato Francês, o atleta segue fora do time. Tuchel se recusou a falar sobre a situação contratual do brasileiro, mas afirmou que ele treinou bem durante a semana e está cada vez melhor em termos físicos, além de estar em 'ótimo estado de espírito'.

Os jornais espanhóis não trouxeram novidades sobre as negociações de Real Madrid e Barcelona para contratar Neymar. No time catalão, Ernesto Valverde procurou evitar falar sobre os rumores e afirmou que sua primeira preocupação era a partida deste domingo contra o Real Bétis e que os rumores não afetavam em nada a equipe, já acostumada a eles.

23 DE AGOSTO, SEXTA-FEIRA

Mais uma vez as informações sobre a transferência de Neymar tomam rumos diferentes na imprensa europeia, mais precisamente na Espanha. Mundo Deportivo e Sport destacam que o Barcelona prepara uma oferta ao Paris Saint-Germain de 170 milhões de euros. O valor seria o limite catalão. A rádio RAC1 garante que o campeão do mundo com a França, Dembelé, será envolvido no negócio. O próprio Neymar teria reclamado com amigos do Barcelona sobre os valores muito baixos que envolveram a primeira oferta, refutada pela equipe francesa.

Já o Marca afirma que o Real Madrid continua na briga para contar com o astro da seleção brasileira. O clube, no entanto, estaria preocupado em saber a real situação da lesão no pé do atacante, que o tirou de ação antes da Copa do Mundo de 2018 e da fase final da última edição da Liga dos Campeões. O Sport, em sua edição de sábado, informa ainda que o Barcelona prepara uma oferta "irrestível" para convencer o PSG a liberar o jogador. A ideia seria realizar um pagamento em 2019 de um valor e incluir um jogador no negócio. Em 2020, o PSG poderia definir se gostaria de ter um outro jogador ou mais dinheiro.

22 DE AGOSTO, QUINTA-FEIRA

Os torcedores do PSG parecem ter perdido a paciência com Neymar. O Estado ouviu alguns torcedores em Paris para falar sobre a situação do jogador e eles mostraram sua irritação com o astro brasileiro e deixaram claro que não o querem mais no time. Tanto que as vendas de camisas do jogador caíram e quem lidera neste quesito é Mbappé. A indefinição sobre o futuro do jogador pode até interferir na festa de 50 anos do clube

O Paris Saint-Germain se mostra 'intransigente' nas negociações com Barcelona e Real Madrid para a possível venda de Neymar, é o que informam os jornais da Espanha e França desta quinta-feira. O catalão Sport afirma que o Barcelona está disposto a pagar 160 milhões de euros (R$ 723 milhões) pelo atacante. A quantia poderia ser paga em duas parcelas e empréstimo com opção de compra obrigatória. Já a oferta madrilenha seria de 100 milhões de euros (R$ 451 milhões) e mais três jogadores. Ambas as propostas foram recusadas pelo time francês.

Já na França, o jornal Le Parisien publicou artigo ridicularizando os valores oferecidos pelo Barcelona para tentar tirar o principal "ativo" do PSG. Segundo o periódico, as propostas não fazem nexo e estão muito longe do que é pedido pela equipe da capital parisiense: "Cada nova ofensiva do Barcelona por Neymar faz a mídia espanhola tratar o PSG como um clube incompetente. E seria mesmo, se aceitasse alguma dessas ofertas." Neymar continua treinando, mas ainda não se sabe se ele será relacionado para sua primeira partida pelo Campeonato Francês. Ele ainda não jogou.

21 DE AGOSTO, QUARTA-FEIRA

No AS, o destaque fica por conta da postura do Barcelona desde o início dos rumores sobre uma possível volta do jogador. A publicação lembra que há seis meses, todos no clube refutavam uma segunda passagem do atacante pela Catalunha. Agora, a 12 dias do fim da janela, o clube seguiria se fazendo de desinteressado para não inflacionar ainda mais os valores, um golpe visto como uma genialidade digna do personagem Professor, da série La Casa de Papel. 

Mantendo a novela, o L'Equipe garante que o PSG recusou uma oferta do Real Madrid de 100 milhões de euros (cerca de R$ 450 milhões) e mais os jogadores James Rodríguez, Gareth Bale e Keylor Navas. Ainda de acordo com o jornal, o diretor técnico do PSG, Leonardo, considerou que os três jogadores não equilavem ao Neymar.

20 DE AGOSTO, TERÇA-FEIRA

Depois de a Juventus aparecer como mais um possível destino de Neymar, a imprensa espanhola volta a colocar o atacante brasileiro como alvo dos gigantes Real Madrid e Barcelona, que estaria em uma 'Guerra fria' na Espanha. De acordo com o jornal Marca, a estratégia da equipe de Madri é esperar o fim da janela de transferências se aproximar e apostar na deterioração da relação entre o atacante e o Paris Saint-Germain. Para fazer caixa, Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, estaria acertando as vendas de James Rodríguez e Mariano Díaz.

Já o jornal Sport, também da Espanha, afirma que o Barcelona também vai mudar sua abordagem na negociação. Depois de uma primeira conversa entre dirigentes franceses e catalães terminar sem acordo - em proposta que envolvia a ida de Philippe Coutinho para a França, mas o brasileiro fechou com o Bayern de Munique - o presidente Josep Maria Bartomeu estaria disposto a aumentar o valor pago na transferência. Porém, como o Barça já fez grandes investimentos nesta janela com Griezmann, De Jong e Neto, a nova proposta seria por empréstimo. O problema, porém, é que o clube francês avisou que só aceita negociar o jogador em definitivo.

19 DE AGOSTO, SEGUNDA-FEIRA

De acordo com o jornal "As", da Espanha, a Juventus entrou forte na briga para contratar Neymar. O jornal espanhol informa que o clube italiano ofereceu o meia argentino Dybala e mais 100 milhões de euros (R$ 448 milhões) pelo jogador. O diretor esportivo da Juventus, Fabio Paratici, está diretamente em contato com o diretor técnico do PSG, Leonard, para fechar negócio. 

Ainda de acordo com o jornal, o clube italiano ofereceu a Neymar o mesmo salário que ele recebe na França: 37 milhões de euros (R$ 166 milhões) por temporada. O valor é superior aos 31 milhões de euros R$ 139 milhões) que o atacante português Cristiano Ronaldo ganha por ano. Anteriormente, o brasileiro foi comentado no Barcelona e no Real Madrid, mas as conversas não evoluíram

Tudo o que sabemos sobre:
NeymarParis Saint-Germainfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.